MINHA PALAVRA É ESCRITA, CANTADA,FALADA,DESENHADA,MOVIDA E DAÍ NASCE MINHA ARTE.

JÔ MENDONÇA ALCOFORADO

POESIAS E CONTOS DA DEUSA DO AMOR

Textos

SOPRO DE PALAVRAS
SOPRO DE PALAVRAS- Jô Mendonça Alcoforado em 02/10/2010

Meu Grito é mudo
As mudas palavras
Se mudas morrem
Enfeitam o sentimento
Porque é em pensamento
Sinto e vejo as palavras
Que mudas, sem falas
Martirizam minha mente
Que sente profundamente
As palavras que não mentem
Apoderam-se e simplesmente
Brotam como uma enxurrada
As lágrimas vêm ao meu rosto
Desbotando a maquiagem
Que embelezava os olhos
Refletindo a luz da lua
De uma noite estrelada
Nas ruas todo o silêncio
De uma vida em palavras
Meu grito voa num sopro
Pousa nas asas do vento
Levando meu sentimento
Para encontrar a morada
JÔ MENDONÇA
Enviado por JÔ MENDONÇA em 03/10/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
PALAVRAS ESCRITAS MOVEM-SE NINGUÉM SABE ONDE PODEM CHEGAR!